balano SETOP - foto Mercia Lemos 22

 

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais – Sedinor divulgou, nesta terça-feira (03/07), o resultado das ações que foram desenvolvidas na área sua área de atuação, desde o ano de 2015.

O objetivo das ações é promover o desenvolvimento sustentável e a redução das desigualdades dos vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas em relação ao restante do Estado. A coordenação das ações adotadas é feita por meio de programas como o Água para Todos, Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca, Programa de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais e do Programa Leite Pela Vida.

César Emílio, secretário da Sedinor, destacou que a maioria dos investimentos foi direcionada para questões hídricas. ”O governo de Minas vem atuando para  garantir a execução do Programa Água para Todos, apesar dos cortes  de recursos por parte do Governo Federal”. Segundo ele, a maior preocupação é melhorar a qualidade de vida das populações do Norte e Nordeste do Estado, principalmente, no que diz respeito à falta de água. "A seca existe e precisamos aprender a conviver com ela", concluiu.

Pelos números anunciados,  foram investidos, entre 2015 e 2018, cerca de R$ 227 milhões em recursos estadual e federal para combate a escassez hídrica. As ações englobam: instalação de 8,9 mil cisternas de polietileno, 1,8 mil cisternas de placa de consumo e 1,4 mil cisternas de telhadão multiuso; ampliação do sistema de abastecimento de Montes Claros; ampliação da barragem de Viamão, em Mato Verde; perfuração de 484 poços tubulares profundos; distribuição de 3,3 mil reservatórios domiciliares;  1,8 mil metros de tubos e 492 caixas d’água de 20 mil litros. Somando a população contemplada com o Programa Água para Todos e com o Plano de Urgência para o Enfrentamento da Seca, foram beneficiadas aproximadamente 179 mil famílias.

Outras ações

·         Fomento à agricultura familiar com distribuição de sementes e doação de tratores e grades aradoras, investimento total de R$ 18,5 milhões.

·         Apoio e participação em feiras (com divulgação do artesanato do Norte e Nordeste de Minas), investimento total de R$ 4,5 milhões.

·         Programa Leite pela Vida com distribuição de 49 milhões de litros, com  um total de R$ 84 milhões investidos.

·         Projetos de Energias Renováveis em parceria com a Cemig, com investimento privado no valor de R$ 37,5 bilhões.

·         Projeto de Bioquerosene de Cocô Macaúba, com investimento de R$ 4 bilhões.